12/07/2019

Alagoas rejeita proposta "criminosa" da ECT e decreta estado de greve

 

 

Em assembleia realizada na noite desta quinta-feira (11), na sede administrativa do Sintect-AL, ecetistas da capital e interior rejeitaram as propostas absurdas que exterminam direitos dos trabalhadores dos Correios. Também rejeitaram veementemente o pacote de maldades "criminoso de assalto" aos ecetistas, no que se refere ao plano de saúde, tornando-o impagável e inviável, além de aprovarem uma moção de repúdio à direção da ECT pela falta de respeito nas negociações.

 


No final da assembleia, a categoria aprovou o Estado de Greve e um novo encontro no dia 31 de julho para decretar greve por tempo indeterminado, caso os Correios não recuem da proposta que tenta reduzir os trabalhadores a condição de miserabilidade e sem qualquer direito trabalhista conquistado nos acordos coletivos anteriores.

 

Mais que nunca a união e a solidariedade entre todos os trabalhadores ecetistas são imprescindíveis para barrar esse pacote de maldades que vai destruindo os Correios públicos e precarizando a vida de milhares de famílias que dependem do emprego na ECT para continuar sobrevivendo.

Fonte:

Comentários

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas