16/08/2019

Sintect-AL intensifica ações contra a privatização

 

 

 

Continuando com as ações contra a privatização da ECT, o Sintect-AL leva, na manhã desta sexta-feira (16), para as imediações da Universidade Federal de Alagoas, a Campanha “Correios privatizados, povo prejudicado!” Com uma longa faixa sobre a ponte estaiada de acesso a Ufal declarando o amor dos Correios pelo povo brasileiro nestes mais de 350 anos de existência e a importância do serviço postal que “leva o mundo à sua casa”, os companheiros estão panfletando nos sinais de trânsito e colhendo assinaturas para o abaixo-assinado que será enviado ao Congresso Nacional, em Brasília, pedindo a não privatização dos Correios.


O estudante universitário Rodrigo Santos, ao passar pelo local lamentou o projeto de privatização do governo federal. “Esse governo e esse presidente não têm valorizado os Correios como eles merecem. Sou filho de ex-carteiro e sei de perto a importância dos Correios para o sustento de minha família, para milhares de outras famílias brasileiras e para a população de modo geral. Vender um patrimônio dessa importância para o povo e com uma história centenária é um crime de lesa-pátria que jamais deveremos perdoar. Por isso, sou contra essa privatização e, enquanto cidadão, apoio plenamente a luta dos trabalhadores dos Correios”. Afirmou Rodrigo Santos, aluno do curso de Ciências da Computação da Universidade Federal de Alagoas.


Neste sábado (17), a Campanha Correios privatizados, povo prejudicado!, seguirá no calçadão do Centro de Maceió, a partir das 08 horas, com a exposição de faixas, panfletagens e coleta de assinaturas para o abaixo-assinado.

 

O Sintect-AL conta com a presença dos ecetistas alagoanos que em contato com a população dirá um grande NÃO à privatização da ECT.


A coleta de assinaturas segue na capital e interior até o dia 20 deste mês. Logo após, será enviada à Fentect para se juntar aos abaixo-assinados feitos pelos demais sindicatos de Correios em todo o Brasil e remetidos à Câmara dos Deputados pedindo a não autorização para a privatização dos Correios.

Fonte:

Comentários

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas