25/01/2021

25 de Janeiro - Um dia para se comemorar e defender um Correios público e de qualidade

 

 

Diariamente os carteiros vêm travando uma luta desumana para a permanência de um correio público de qualidade e, consecutivamente, para a sobrevivência dessa que é uma das profissões mais importante e antiga do mundo.

 

No momento, milhares de companheiros e companheiras trabalham na ECT e se deparam com a luta diária para a sobrevivência da categoria resistindo contra a perda de direitos, o aprofundamento das reformas Trabalhista e da Previdência, além da privatização do serviço postal.

 

Devido ao aparelhamento político e ideológico de extrema direita na direção da empresa, a imagem dos Correios não é mais a mesma. Entretanto, eficiência, pontualidade, dedicação e respeito aos clientes durante as atividades externas ainda existem nos Correios graças ao trabalho abnegado de companheiros e companheiras carteiros em todo o Brasil.

 

Direções incompetentes e sem nenhum compromisso com a população transformaram o que, até meados da década de 1990, era a empresa mais confiável do Brasil. Hoje a ECT conta com um quadro de funcionários cada vez mais reduzido. É uma empresa que presta serviços deficitários ao povo brasileiro porque o número de carteiros e demais ecetistas é cada vez menor para atender todas as comunidades de um país continental.

 

Devido à redução deste quadro de funcionários nos últimos anos, em razão de vários programas de demissão “incentivada”, a sobrecarga de trabalho tem causado problemas graves de saúde em uma parcela significativa dos carteiros. Estes acabam tendo que se afastar de suas atividades e adquirem sequelas para toda a vida.


Outro fato gravíssimo é o descaso da direção nacional dos Correios na proteção dos ecetistas comprometidos com a distribuição externa. Diversos companheiro(a)s cada vez mais vêm se tornando vítimas do descaso, da falta de empatia e da irresponsabilidade de gestores que brincam com a morte e expõem milhares de carteiros ao risco da Covid 19.

 

Portanto, neste 25 de janeiro, embora não possamos comemorar presencialmente, o Sintect-AL parabeniza todos os carteiros e carteiras, vanguardas de nosso movimento sindical, pela passagem do seu Dia e conclama a categoria para o enfrentamento contra a privatização, por um Correios público de qualidade que respeite todos os trabalhadores ecetistas.

 

Parabéns aos carteiros e carteiras por esta data tão especial!

Fonte:

Comentários

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas